Fernando Namora - A Nave de Pedra



Sinopse:

"O País está emocionalmente exausto. A fadiga , ensina-o a fisiologia, é um somatório de excessos, uma acumulação de toxinas resultantes dos processos de desgaste. A participação vibrante, que pode ser e é uma festa realentadora, o motor que nos impulsionaria para rasgos de que nos julgaríamos incapazes, a atmosfera solidarizante que mistura o individuo no grupo, tecendo pontes entre ilhéus de egoísmo , arrisca-se à degenerescência se, por fim, se desbarata no gesto inútil, no verbo sonoroso mas vazio, na decepção, ou naquele estado de confusionismo aturdidor onde já não se distingue a boa da má semente. O ardor depressa descai no desnorteamento ou na abulia, tal um coração corre do ímpeto à síncope, quando passa do uso tonificante ao abuso letal. O sol e a chuva são a vida de uma seara -ou a sua morte."

Livro: A Nave de Pedra
Género Literário: Romance
Editora: Publicações Europa-América
Formato: Epub


Publicar um comentário

0 Comentários